JMalucelli Construtora

Notícias

04/11/2013

JMalucelli entra na obra em Jirau

 A construtora paranaense JMalucelli assumirá a construção de uma das casas de força da Usina de Jirau, no Rio Madeira (RO). Após seis meses de negociações, o contrato com a Energia Sustentável, responsável pela usina, foi assinado no início de outubro.

Segundo apurou o Valor, o montante acordado gira em torno de R$ 800 milhões - as empresas não divulgam o valor. É o maior contrato da história da construtora, que se prepara para entrar em outros projetos na área de hidrelétricas, portos e terraplanagem. (...)

A Camargo era uma das sócias do consórcio que ganhou a licitação de Jirau em 2008, mas vendeu a participação em 2012. Procurada, a Camargo respondeu que \\\"está executando as obras civis da Usina Hidrelétrica Jirau conforme determina o projeto e as condições estabelecidas em seu contrato.\\\" Já a Energia Sustentável disse que \\\"por questões empresariais, a JMalucelli assumirá a construção de uma das casas de forças, mas a Camargo Corrêa continuará o restante das obras sem maiores problemas\\\"

A empresa inicia as obras nos próximos dias e terá 3,5 mil funcionários. A previsão é que seja concluída em dois anos. \\\"O maior desafio será a gestão do número de funcionários, mas estamos tomando todas as providências em termos de alojamento, transportes e alimentação para que tudo ocorra com tranquilidade\\\", diz Alexandre Malucelli, presidente do grupo.

Nos últimos anos, a construtora vem investindo mais no setor elétrico. (...) Atualmente, tem 2,5% do consórcio de construtores de Belo Monte.

A próxima ofensiva será a usina de São Manoel (entre MT e PA), que deverá ir a leilão em dezembro. A construtora entrará como parceira no leilão, mas não terá participação no consórcio que fará o lance. \\\"Temos orçado quase todas as hidrelétricas para os mais diversos clientes\\\", afirma o diretor comercial Celso Jacomel Júnior. Além disso, a JMalucelli tem focado em obras de terraplanagem industrial e de rodovias e quer entrar na área de portos participando da concessão do porto de Paranaguá.

O fato de ser menor em relação às grandes do mercado tem sido um ponto positivo. \\\"Temos custos fixos menores. Nossa administração é mais enxuta e temos uma engenharia tão boa quanto a de empresas maiores. Quando coloca na balança, a estrutura que eles carregam pode torná-los menos competitivos\\\", afirma Jacomel Júnior.

Em seu primeiro ano à frente do grupo - o pai, Joel Malucelli, fundador, deixou a presidência em 2012 após longo processo de sucessão - Alexandre deve atingir crescimento de quase 10%, fechando o ano pouco abaixo de R$ 1,5 bilhão. Das 74 empresas do grupo, só o Paraná Banco tem ações listadas na Bolsa de Valores. Segundo Alexandre, não há previsão para abrir o capital das demais empresas no curto prazo. \\\"Não temos negócios maduros o suficiente ou atrativos para o investidor de bolsa\\\", acredita.

 

 

JMalucelli entra na obra em Jirau

Destaques

Destaque 1 Destaque 2
  • Rodovia do Café, 315 – km 0,5
  • Mossunguê – Curitiba – PR – Brasil - CEP: 82305-100
  • Fone/Fax: (41) 3351-5577
  • Contato: Clique aqui

JMalucelli Construtora

Desenvolvido por Bruc Internet